Publicado por: @juba7 | agosto 18, 2014

Minha primeira experiência com snowboard e a importância da escolinha de ski/snow

Depois de fazer aula

Eu, equilibrada no snowboard, depois de fazer aula

Passei o primeiro dia tentando descer a pista mais fácil de todas, nível verde (classificadas em verde – azul – vermelha – preta – fora de pista). Meu jeito de frear o snowboard era me jogando no chão. Às vezes eu caía antes de chegar lá embaixo. É frustrante ver tanta gente curtindo enquanto você está sofrendo. Crianças de 5 anos descendo ao seu lado com a maior facilidade. Eu me sentia uma pateta e só ficava me imaginando numa praia, me bronzeando e gastando todo dinheiro que paguei no aluguel de equipamentos de neve em drinks na beira do mar. O frio começa a incomodar. Definitivamente, eu não estava me divertindo.

As dores após o primeiro dia são absurdas depois de tantos tombos e esforço físico (leve relaxante muscular na bagagem e anti-inflamatório) Acordei moída e já era hora de pegar a van para a montanha. O dia lindo me animava e a expectativa de fazer um boa descida era grande. Depois de alguns tombos leves, sofri um tombo feio. Caí de cara no gelo. Na hora, achei que tivesse quebrado o nariz. Com o frio, a dor era ainda maior. No fim, só ralei a testa, mas estou com uma cicatriz até agora que carrego como souvenir do Ushuaia.

No terceiro dia, gastei a grana que eu não tinha para fazer uma aula da escolinha de ski/snow. Investi ARS 870 pesos, cerca de U$70 dólares para duas horas de aula particular. Paguei quase chorando, já que nosso dinheiro tava contadinho. Posso dizer que foi a melhor coisa que fiz. O instrutor, Martin Serra, em seu portuñol impecável, foi a coisa mais querida e salvou a minha experiência na montanha. Depois das duas horas, eu já era capaz de frear o snowboard e a descer sem cair. Porém, eu precisaria de mais uma aula, que não fiz. Resultado: caí de bunda no quarto e último dia, machuquei o cóccix e tive que ficar de castigo no restaurante/abrigo, tirando fotos enquanto meu marido descia nas pistas mais avançadas. professor_martin

Se você quiser entrar em contato com o instrutor Martin Serra, o e-mail dele é tinchoserra_700@hotmail.com Lembrando que ele só dá aulas de snowboard, não dá aulas de ski.

Mais informações sobre valores de aulas em Cerro Castor em contacto@cerrocastor.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: