Publicado por: @juba7 | agosto 5, 2008

Café Tortoni, uma tortura!

Fachada do Café Tortoni. Foto do site www.cafetortoni.com.ar

Fachada do Café Tortoni. Foto do site http://www.cafetortoni.com.ar

Numa noite fria de Buenos Aires, lá pelas 23 horas, fomos até o tão falado e tradicional Café Tortoni, na Av. de Mayo, 825, em Buenos Aires.

Tínhamos a expectativa de assistir a um show de tango, conforme anunciado nos posters afixados na entrada. Claro que sem reservas, nada de show. Porém, estávamos dispostos a entrar e tomar um café, ou uma cerveja, só para não perder a viagem.

Ao saber que os ingressos para o show estavam esgotados, nos deparamos com uma grande fila de espera só para entrar no café. Espiei pela fresta da porta, e vi que havia muitas mesas disponíveis. Pensei “deve ser pra quem fez reserva”. Porém, já era quase meia-noite. Se alguém tinha reservado mesa, provavelmente não apareceria mais. Enfim, tentei compreender a política da casa.

Depois de alguma chuva e mais 40 minutos esperando na calçada, conseguimos entrar. Do lado de dentro, a mesma constatação inicial: várias mesas vazias.

Sentamos e pedimos o cardápio. Os garçons eram poucos, o que nos fez pensar que a espera do lado de fora não era por falta de mesa, mas por falta de pessoal para atender. Após dez minutos, cravados, sem conseguir fazer o pedido, nos levantamos e fomos embora. O funcionário que ficava na porta controlando a entrada sabia que tínhamos acabado de entrar e nem ao menos nos perguntou se algo estava errado. Simplesmente nos viu passar pela porta e nem deu boa noite.

Um lugar com 150 anos de história onde os caras ainda não aprenderam a atender um cliente.

Resumo da noite: compramos empanadas de uma conveniência 24 horas e uma Quilmes litrão. Levamos tudo pro quarto do hotel e fomos muito felizes.

DICA: Pra quem quer muito ir, sugiro fazer reserva pelo telefone 54-11- 43424328 ou acesse http://www.cafetortoni.com.ar
Boa sorte.

Anúncios

Responses

  1. Oi! O café Tortoni é realmente meio desorganizado mesmo. Ou é organizado ao jeito deles.
    O que fizemos quando estivemos lá… A tarde quando passamos em frente ao Tortoni e vimos o tamanho da fila, conversamos com o carinha da porta. Perguntamos pelo o show que gostariamos de ver e no hotel ligamos para fazer a reserva. Depois do show, subimos para o salão e nos sentamos em uma das muitas mesas vazias. A fila do lado de fora estava grande. Mas, não tive problemas para ser atendida.

  2. Pois é, o negócio é fazer reserva.
    Viu só como eles deixam as pessoas na fila enquanto existem mesas desocupadas?
    Penso que Buenos Aires têm tantos cafés charmosos que não vale a pena perder tempo na fila pra entrar em um café que não tem nada demais.
    :)

  3. Não é somente no café Tortoni que é assim em Buenos aires, mas na maioria dos estabelecimentos comerciais. O atendimento é decepcionante.
    Los Hermanos têm muito que aprender com os Brazucas, especialmente quando falamos em receber o Turista.
    Vá ao nordeste, ao Rio, ao Pantanal, entre outros destinos turiscos brasileiros, que todos poderam constatar. Nós brasileiros sabemos receber e tratar bem nossos clientes.

  4. Oi Juliana! Que tal?
    Moro em Buenos há quase 4 anos e posso te dizer que o atendimento aqui em praticamente 99% dos lugares é assim, horrível – e não é po falta de pessoal, nem por falta de reserva. É simplesmente assim. Vai reclamar pra ver. O cara te manda sair no melhor estilo “não preciso de você”.

    Até hje, acho que só fui a uns quatro restaurantes que não são assim. E olhe lá.

    O lance de fila na porta hoje em dia em geral é porque tem muita gente no Tortoni, mas não me espanta que você tenha ido numa hora de menos movimento ou em que pudesse ver mesas vazias e mesmo assi houvesse fila na porta. Aqui em Buenos Aires é comum gerarem essa ila para fazer parecer que o lugar está bombando… assim fazem parecer que se tem fila, deve ser bom. Uma estupidez em termos de atenção ao cliente, turista ou não. Enfim…

    Pra terminar, temos a mesma profissão, gostamos de viajar e agora também viajo com o namorado :) Viemos da Europa no último verão mas eu sou mais comedida ao colocar minha vida pessoal na web. Talvez publique as viagens em outro momento. Deixo aqui um abraço e o link do meu site. Espero sua visita e quem sabe manter o contato, para futuras viagens! Tchau!

  5. Estive em Buenos Aires essa semana e constatei a mesma situação. Garçons que te atendem mal e sobre o café Tortoni sem comentários, ficamos na fila de espera para o Show de tango , ninguém nem bola pra gente e além de tudo um garçon muito antipático e nos atendeu muito mal. O cardápio sem muita opção . nada demais.
    Eles acham que Buenos Aires se compara a Europa, mas nem querendo muito. Sou mais o Brasil com todos os problemas de violência que temos.

  6. Estive em B.A. semana passada e só fui ao Tortoni por que li no seu Blog. Sem querer, passeando pela cidade, passamos pela frente dele, que estava a 3 quadras do nosso hotel.
    Como a fila estava pequena, decidimos entrar. Ficamos uns 10 min na fila. O atendimento não foi dos melhores, como, aliás, é de praxe, nos restaurantes desta cidade…
    O local é muito bonito. Mas é só!
    Tomamos um cafezinho, tiramos algumas fotos e fomos embora.

  7. CONCORDO COM VCS EU MOREI EM BUENOS AIRES 10 ANOS,AMO AQUELE PAIS MAS É UMA DECEPÇÃO O ATENDIMENTO EM TODOS OS SETORES.O POVO É GROSSEIRO E MUITO MAL EDUCADO.A CIDADE É BELISSIMA MAS É SÓ ISTO.EM TERMOS CULTURAIS TEM CADA MUSEU INCRIVEL. E CONTINUA SENDO MUITO MAIS BARATO QUE IR A BÚZIOS AQUI NO RIO DE JANEIRO.

  8. O local é belissímo sou professora de artes e realmente é de tirar el sombrero [tirar o chapéu ].
    Fui muito bem atendida ,a melhor opção é ir no horário á tarde.
    A noite complica ,garções cansados e mal humorados. Bom fica aqui a minha observação a cidade é bela mas a atenção fica muito a desejar infelizmente. Eu tiro de letra ,faço de conta que estou num lugar onde o povo é mal educado e olho o lado belo da cidade.

  9. Primeira pessoa que me diz que usou uma dica inversa. Eu falei super mal e vc foi lá tirar a prova e nos contar aqui no blog. Adorei!

  10. Eu estive no café Tortoni em 2007 esperei bastante na fila , mas compensou .Enquanto eu esperava na fila pedi para entrar e usar o banheiro , não tive problemas e vi o quanto o lugar é bonito retornei e esperei alguns minutos e logo tinha uma mesa para nós, tirei lindas fotos fomos bem atendidos .Retornei a Buenos Aires outras vezes e conheci outros lugares na cidade e no país.

  11. Incrível ler tantos comentários desfavoráveis sobre a Argentina…
    Passei à tarde no Café Tortoni, não havia fila alguma (junho 2007). Tomamos um café e conversamos por meia hora, só indo embora por que não vimos nada demais no estabelecimento.
    Fomos a um restaurante chamado La Bolsa (numa rua transversal com a Corrientes) e fomos tratados como príncipes. Assistimos a Show de Tango (inclusive os dançarinos tiraram trocentas fotos conosco com toda simpatia do mundo).
    Não achei que o atendimento ficasse devendo nada ao que vemos em boas casas brasileiras.
    Em outro restaurante (em Mendoza) também fomos excelentemente (eu e esposa) atendidos.
    Nos hotéis (tanto em Buenos Aires qto em Mendoza), mesma coisa – tratados como pessoas vip, funcionários atenciosos, sorridentes, especialmente no hotel Bauen, onde inclusive se esforçavam por entender e falar em português com minha esposa, que “no habla español”.
    Só onde achei o atendimento marromenos foi em lanchonetes de fast-food, onde a fila era quilométrica e o caixa e atendentes se atrapalhavam muito para servir a multidão.

  12. concordoo!
    fiquei mto decepcionada com o cafe tortoni…atendimento PESSIMO!

  13. Juliana, vc. falou muito mal de Buenos Aires no que tange ao atendimento dos garçons, principalmente do café Tortoni, eu estive lá duas vezes e vou uma terceira agora em Junho, eu acho que os brasileiros atendem melhor e também pior depende onde vc. vai quanto vc.gasta , que cidade vc. está, e sua cultura, acho que turista brasileiro de um modo geral é bem tratado na América do Sul,creio que tem nuita patricinha da zona sul, que exigem muito, e as vezes devemos lembrar que devemos também ser gentís com os garçons, será que issotambém não tem gente que reclama por qualquer coisa, e se acha dona do estabelecimeno só porque esta pagando.
    nelson

  14. Oi Nelson,
    concordo contigo quando dizes que tem muito cliente que se acha no direito de destratar garçom. Agora, eu reclamei do atendimento do Café Tortoni, mas não estendo a crítica para toda Buenos Aires. Se vc ler o post sobre o Restó (clique aqui) vai perceber isso. Aliás, no Restó, o atendimento é perfeito. Também não reclamei do mau atendimento ao turista na América do Sul. Apenas relatei uma experiência que tive. Os comentários do blog são para isso mesmo: cada um conta a sua história.
    Obrigado por deixar seu recado por aqui.
    Abração!

  15. Eu e minha esposa acabamos de retornar de BA. Infelizmente é uma realidade: o atendimento, no geral, é muito ruim mesmo: livrarias, lojas, cafés, restaurantes, etc.
    Observei que boa parte dessa deficiência não é nem intencional, mas por falta de preparo, treinamento mesmo.
    Sou prof universitário na área de marketing e pude constatar o qto eles estão ainda atrasadinhos em procedimentos elementares mas fundamentais para gerar satisfação num processo de troca.
    Sugiro a todos aqueles que são vítimas de mal atendimento (no Brasil ou em qualquer outro lugar), RECLAMAREM!!!

  16. Estive em Buenos Aires no último natal e fui muito bem atendida na grande maioria dos lugares. Às vezes tão bem atendida que era até constrangedor, para mim que sou alguém de costumes simples, ter uma pessoa à minha disposição para servir em praticamente todos os momentos do ritual da refeição. No Tortoni realmente foi uma exceção, mas também eu “brasileirei” e fiquei pedindo uma coisa de cada vez. Eu entendo em algum lugares essa exigência por um certo planejamento no pedido. Vi também muitos brasileiros reclamando do atendimento em lojas e outros estabelecimentos não gastronômicos, mas acho que a maioria que é mal atendida acha que está o Brasil e que é comum meter a mão no manequim, etc. Na Itália quase que um vendedor de quitanda me arranca a mão pq eu peguei em um tomate da sua banca. Mandou que eu apontasse o que eu ia querer que ele me dava, nada de pegar nas frutas. Eu lhe pedi desculpas, apontei o mais bonito e cruzei florença comendo o meu tomate. São coisas a que não cabe julgamento.

    Mas na verdade, voltando para a questão BsAs, quem quiser ser muito bem atendido lá eu indico três restaurantes:

    Cantina del Toto: http://cantinadeltoto.com.ar/
    Espacio Nacional: http://www.espacionacional.com/
    La Resistência (calle defensa, 8827): http://www.eveandersson.com/photo-display/large/argentina/buenos-aires-san-telmo-defensa-la-resistencia.html

    Sorte!

  17. Estive no café tortoni em 16/07/11, depois de esperar mais de meia hora na fila consegui entrar. O atendimento mais ou menos. Opior foi que esqueci minha máquina fotográfica na mesa, voltei no outro dia para procurar e o senhor que me atendeu foi logo dizendo que eu não deixei nada lá, mas ele não procurou, nem me deu moral, foi curto e grosso. Lá não senta um cliente na mesa sem anter eles recolherem as coisas do cliente anterior.Quem ficou com minha máquina não posso adivinhar, mas que eu deixei ela lá, isso eu tenho certeza

  18. Não pude entrar aqui e deixar de comentar, isso é a pura verdade, cheguei da Argentina tem 2 semanas, e fomos ao tão falado Café Tortoni ou Tortura como preferir, ficamos na fila uns 40 minutos e quando entramos a metade do restaurante estava vazio, era por volta das 18:00h muita gente indo embora e quase ninguém entrando, depois ficamos uns 20m esperando o atendimento, chamando e ninguém mas ficamos, e acabei pedindo um sanduiche horrível um pão frânces duro impossível de comer, o que salvou foi o chocolate com churros e o lugar que é bem bonito mas falta muito pra chegar aos pés de um bom atendimento!!
    Também tenho um blog mas estou aprendendo ainda, adorei o seu!! Estou indo pro Chile e adorei as dicas!!

  19. Pois é Vera e Lara. Isso é pra gente aprender a deixar de ser aquele clássico turista que vai atrás do óbvio, seguindo dicas de panfletos e guias formatados. Às vezes a gente cai nessas roubadas, mas é sempre bom viajar com olhos atentos e estar aberto ao novo e ao imprevisível.

  20. Gostei muito do Cafe. La estive por 3 vezes, sempre com reserva feita um mes antes de sair do Brasil. Nunca tive problemas. O fato é que é super concorrido. A dica para tudo sair perfeito é PLANEJAMENTO.

  21. Verdade. Quem faz reserva, não espera na fila. Agora, um mês de antecedência? Precisa mesmo tudo isso, Eros?
    Se for, isso explica porque tantas mesas ficam vazias mesmo com uma enorme fila do lado de fora. As pessoas reservam muito antes e mudam os planos, esquecem, desistem da viagem ou não aparecem.

  22. Eu já entrei no Tortoni, só para tirar fotos, já que é um local histórico e bonito. Olhei os preços do cardápio, saí, atravessei a rua e tomei um delicioso café com bons acompanhamentos, bons preços e bom atendimento na Starbucks, que fica bem perto.

  23. Ah, mas Starbucks não vale! Vai até a argentina tomar café americanizado “take away”? :P

  24. Pura impressão de paulistano estressado !!!!

  25. Impressão de quem, Rogério? Não entendi seu comentário.

  26. Estive em BsAs na semana passada, e, claro, não pude deixar de conhecer o Tortoni. Realmente a fila foi uma coisa que me impressionou, mas não ficamos nela nem 5 minutos, isso que era final de uma tarde fria de julho. Chegando lá, imediatamente fomos encaminhadas para uma mesa bem localizada, o garçom inclusive se esforçava em um portunhol e nos atendeu muito bem. Me impressionou, também, o fato de que os garçons não anotam os pedidos, eles decoram. Achei um pouco caro, por isso acabei experimentando somente o chocolate com medialunas.
    Depois do café, o garçom se ofereceu para tirar fotos nossas pelo local, fazendo uma “visita guiada”, explicando sobre as figuras de Carlos Gardel, Jorge Luis Borges e Alfonsina Storni, homenageados pelo Café Tortoni.
    Gostamos muito, e lamentamos não poder ficar para o Tango, retornarei, com certeza, para assistir ao show.

  27. Café Tortoni, tudo de bom! Se voces acham o atendimento daqui ruim, experimentem Brasília… Aquilo sim é um atendimento péssimo, onde quer que você vá, é tudo caro, demorado, os garçons com cara feia para você, dá até medo. Não escutam o que a gente pede, trazem outra coisa… Comprei uma cafeteira e tomo café em casa, pois assim não passo raiva. Já no Nordeste, a exploração é tão grande que cusa revolta, parece que o dinheiro do turista nasce em árvore. Fui duas vezes no Tortoni e simplesmente amei!

  28. tambe´m concordo com o amigo acima sobre o exagero de muitas pessoas ao reclamar de serviços.a propósito,eu fui para buenos aires preparado para a guerra! tinha lido tanta coisa ruim sonbre buenos aires, que me deu vontade de desistir. mas,felizmente,o que eu encontrei foi uma cidade linda, efervescente, repleta de serviços,muito funcional e habitada por pessoas educadíssimas,mesmo. digo isso com toda a propiedade do mundo,pois fizemos,eu e minha namorada,um roteiro quase alternativo, andando muito a pé e de ônibus. encontramos pessoas muito solicitas,sempre prontas para ajudar,e motoristas de ônibus que tiveram a paciência de nos avisar quando da proximidade de nosso destino. nos restaurantes aos quais nós fomos, fomos muito bem tratados.enfim,adoramos a cidade. não nos sentimos ameaçados em nenhum momento,nem mesmo durante nossas caminhadas noturnas. as ruas continuam cheias, mesmo à noite. enfim, o passeio vale,e muito.

  29. Fui no Tortoni em 2010. Acho que dei sorte, não tinha fila, mas fomos no final de manhã. O atendimento foi rápido, porém o garçon, nada simpatico, O lugar é histórico, tiramos muitas fotos lá.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: